Cirurgia geral e cirurgia do aparelho digestivo

Hérnia da parede abdominal

A definição de hérnia da parede abdominal é a protusão de um órgão da cavidade peritoneal através de uma abertura ou orifício na parede. As hérnias abdominais são classificadas de acordo com a sua localização e origem. Os tipos mais comuns são as hérnias inguinais, as umbilicais, as epigástricas e as incisionais.

As hernias inguinais são as mais frequentes na prática clínica, totalizando 75% das hérnias da parede abdominal. As hérnias inguinais, por sua vez podem ser divididas quanto ao seu mecanismo de formação em indireta e as direta. Elas são muito mais frequentes no homem e à direita. As hérnias indiretas são secundárias a alterações congênitas do não fechamento do trajeto feito pelo testículo durante sua descida da cavidade abdominal em direção à bolsa escrotal. As hernias diretas acontecem devido ao enfraquecimento da musculatura da parede posterior do canal inguinal. Na avaliação dos pacientes, o exame clínico ainda se impõe como o principal instrumento para o diagnóstico. A palpação com oclusão do anel inguinal interno, na sua topografia cutânea, combinada com manobras de aumento da pressão abdominal também diferenciam a hérnia inguinal direta da indireta. A ultra-sonografia e tomografia ficam reservados aos raros casos de dúvida diagnóstica. O tratamento das hérnias inguinais é sempre cirúrgico, uma vez que a tendência de todas as hérnias é crescer, o que aumenta a probabilidade de complicações. O reparo das hérnias pode ser aberto ou videolaparoscópico, utilizando material sintético (técnica sem tensão).

A hérnia umbilical pode ser definida como a persistência do anel umbilical sem o fechamento de sua camada aponeurótica após o nascimento. Caracteriza-se por uma protusão anormal do peritônio contendo tecido gorduroso pré-peritoneal e omento. A técnica cirúrgica mais utilizada é a redução do saco herniário com fechamento simples do anel herniário no sentido transverso.

As hérnias epigástricas são definidas como a protusão de gordura pré-peritoneal ou do próprio peritônio, através de defeito na linha alba, no espaço compreendido entre o apêndice xifóide e a cicatriz umbilical. O tratamento consiste em fechamento simples do defeito na linha alba. As hérnias incisionais são protusões do conteúdo abdominal através de orifícios da parede abdominal localizados em áreas de incisão cirúrgica prévia. Sua etiologia está relacionada principalmente à infecção da ferida cirúrgica e obesidade. Colaboram também idade avançada, anemia, ascite, uso de córticosteróides e quimioterapia, hipoalbuminemia e diabetes. O tratamento cirúrgico varia de reforços aponeuróticos a utilização de proteses sintéticas.

 
 

Rua Catequese, 433 - Bairro Jardim -Santo André - SP - CEP: 09090-400
Fone: (11) 2842-2222

Site desenvolvido dentro dos padrões WEB - Tableless
Copyright - Grupo Ana Rosa Ltda. - Todos os direitos reservados
Melhor visualizado em 1024 X 768