Notícia

Diarreias e intoxicações alimentares

SAÚDE Todo cuidado é pouco quando o assunto é alimentação nos dias quentes. Bastam uns minutos extras fora da geladeira para que um exército de bactérias prolifere nos alimentos mais perecíveis. Muitas vezes, essa situação causa a famosa intoxicação alimentar, em que os sintomas são vômitos, infecções intestinais, diarreia e dores de cabeça. "Ela pode ser contraída por diversos meios, entre eles pela transmissão bacteriana e viral com consumo de água e alimentos contaminados, explica Renê Russo, gastroenterologista do Grupo Ana Rosa. DICAS - O melhor remédio é a prevenção. Siga as normas básicas de higiene: evite tomar água de torneira, lave e cozinhe bem os alimentos crus. - A água continua sendo regra para todos os casos. Beba, inclusive, água de coco, que é um hidratante poderoso e auxiliar na rcuperação intestinal. - Se tiver diarreia, afaste do cardápio alimentos gordurosos, como abacate, nozes, chocolate; e verduras, como espinafre e brócolis, que soltam o intestino e só pioram a situação. Tenha à mão a receitinha básica do soro caseiro: duas colheres de sopa rasas de açúcar e uma medida rasa de sal, dissolvidas em um copo de água (200 ml) limpa. Chás são auxiliares no processo de recuperação do organismo, mas evite consumir os que contém propriedades estimulantes, como a cafeína. Boas opções e fáceis de serem encontrados são os de camomila e erva cidreira. - Introduza alimentos sólidos com cuidado, começando com arroz branco ou purê de batata, de preferência temperados apenas com sal. Suco de limão e suco de caju também são ótimos, porque dão consistência às fezes. Edição: dezembro 2011 - Ano 11 - nº121

[ Voltar ]

 
 

Rua Catequese, 433 - Bairro Jardim -Santo André - SP - CEP: 09090-400
Fone: (11) 2842-2222

Site desenvolvido dentro dos padrões WEB - Tableless
Copyright - Grupo Ana Rosa Ltda. - Todos os direitos reservados
Melhor visualizado em 1024 X 768